Home > Sustentabilidade

COMISSÃO VITIVINÍCOLA REGIONAL ALENTEJANA

PROMOVE AS MELHORES PRÁTICAS

A Comissão Vitivinícola Regional Alentejana, organismo que controla, protege e certifica os vinhos do Alentejo, tendo como parceiro principal a Universidade de Évora, decidiu desenvolver o Programa de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo (PSVA). Pioneiro em Portugal, esse programa é gratuito e de adesão voluntária e tem como objetivo proporcionar aos membros do Programa de Sustentabilidade uma ferramenta que permita avaliar a forma como desenvolvem as suas atividades e oferecer recomendações, para através de melhores práticas, aumentar a competitividade e a sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo.

O desafio é produzir uvas e vinhos de qualidade, de forma economicamente viável e ao mesmo tempo proteger o meio ambiente. Assim, melhorando as relações com os colaboradores , vizinhos e com o Planeta.

PROGRAMA DE SUSTENTABILIDADE

DOS VINHOS DO ALENTEJO

O PSVA pretende apoiar os agentes envolvidos na melhoria do desempenho ambiental, social e econômico da atividade vitivinícola da região e promover o reconhecimento pelo desempenho de sustentabilidade dos vinhos da região, como instrumento de resposta a uma falha de mercado existente e à afirmação da marca Alentejo nos mercados interno e externo.
Pretende igualmente:

• A articulação de toda a fileira do vinho no Alentejo numa filosofia de bem-estar social, ambiental e econômico a nível local e regional, sendo importante destacar, a incorporação de princípios de ecoeficiência com o objetivo de promover uma utilização mais eficiente dos recursos, incentivar a redução e reutilização de coprodutos, reduzindo assim, custos operacionais internos;

• A harmonização da produção de vinhos do Alentejo, com reconhecido desempenho sustentável, resultante da incorporação de conhecimento adquirido em projetos de I&D;

• A identificação do desempenho dos produtores, comparar os resultados entre pares (cooperação empresarial) e definir áreas de melhoria e planos de ações que vão melhorar constantemente as práticas de produção;

• A definição do processo de certificação segundo o referencial de produção sustentável, que possibilitará o reconhecimento da qualidade dos Vinhos do Alentejo pelo seu compromisso de sustentabilidade, evitando a exposição a riscos reputacionais.
Neste contexto, o presente projeto teve o apoio financeiro da União Européia, através do Programa Operacional Regional do Alentejo.

POLÍTICA CVRA PARA O PROGRAMA

DE SUSTENTABILIDADE DOS VINHOS DO ALENTEJO

O setor vitivinícolo tem uma dependência total dos recursos naturais, da energia solar, de condições climáticas apropriadas, água limpa e potável e de solos saudáveis, devendo haver uma integração bem sucedida destes elementos de forma ecologicamente saudável. A CVRA considera ser uma prioridade a proteção e a valorização destes ativos naturais através de práticas sustentáveis, exercidas por colaboradores altamente qualificados.

O Programa segue uma metodologia clássica de melhoria contínua de um sistema estando organizado em 3 setores distintos: Viticultura; Adega; Viticultura & Adega.

SELO SUSTENTÁVEL

Uma certificação inédita em Portugal!

Com a assinatura da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), esta certificação é atribuída por quatro organismos certificadores distintos, designadamente a Bureau Veritas, Certis, Kiwa Sativa e SGS.

O Selo Sustentável reconhece produtores da região que cumpram com os 171 requisitos estabelecidos pelo Programa de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo (PSVA).

Esta distinção, possibilita que o consumidor identifique os produtores alentejanos que cumprem com boas práticas de poupança de recursos, que promovem a biodiversidade, que utilizam energias renováveis, que protegem os solos ou fomentam iniciativas que envolvam toda a comunidade na adoção de comportamentos sustentáveis.

A certificação é uma garantia transversal de que o Alentejo repensa os procedimentos implementados nos campos e adegas, procurando promover e implementar novas práticas ambientalmente, socialmente e economicamente
mais sustentáveis.

Hoje o PSVA conta já com 448 membros associados, que representam mais de 42% da área de vinha do Alentejo, e são responsáveis pela produção de mais de 76 milhões de litros de vinho de Denominação de Origem (DOC) e Indicação Geográfica (IG).

Estima-se que ainda este ano mais produtores adquiram este reconhecimento.

VOLTAR AO TOPO